Análise (SEM SPOILERS) da décima temporada de Arquivo X




Devido a agenda apertada da dupla de atores principais, a curta temporada de Arquivo X já chegou ao fim, leia agora as impressões da TAVERNA.






Com somente seis episódios, a décima temporada de X-FILES trouxe todo o elenco de populares personagens de volta, Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson),  Monica Reyes (Annabeth Gish), o diretor assistente Walter Skinner (Mitch Pileggi), William B. Davis como o icônico "fumante" retornam em uma trama que atualiza e ao mesmo tempo homenageia e traz de volta todos os elementos clássicos da série.

trailer da décima temporada

A trama  envolve um apresentador de programa de internet que divulga uma conspiração envolvendo "o consórcio" e até mesmo drones. Este apresentador procura Mulder e a trama se incia. Arquivos X em sua nona temporada deixou muitas tramas em aberto, e nesta décima algumas foram explicadas, finalmente depois de anos o público fica entendendo o grande plano do consórcio e como ele foi formado. Uma direção apontada para a décima primeira temporada deve ser o invitável encontro de William, o filho dos agentes Fox Mulder e Dana Scully, que foi entregue para adoção para ser protegido dos objetivos do consórcio.



Outro destaque é o bom humor, presente em vários episódios, mostrando que a dupla principal continua muito afiada, e para manter a tradição, a décima temporada encerra de forma aberta, fazendo todos aguardarem a próxima temporada.

Um comentário:

  1. Particularmente, achei a 10ª temporada uma bosta ( quem acompanhou as outras 9 temporadas, sabe do que estou falando)e altamente desnecessária, 6 episódios dos quais aproveitaram-se dois o 1º e o último somente, essa foi uma tentativa de ressuscitar o Arquivo X, trazendo Scully e Mulder como chamariz para introduzir os agentes Muller e Einstein para substituí-los em novas aventuras.Mas se os roteiros continuarem fracos como esses seis, melhor abortar a missão

    ResponderExcluir